Nossos 20 centavos (S04E03)

Manifestações…Na última semana uma avalanche de protestos têm ocorrido por todo o país, com o estopim causado pelo aumento das passagens de ônibus em SP. Como este evento influenciará o cotidiano do brasileiro a partir de agora e o que podemos esperar em modificações no país? Programa exibido em 17/06/2013 .

 

Participações especiais: Daniel Bezerra e Ana Carina

 

  • O início de tudo
  • Episódios de truculência

ROCK 1 – Legião Urbana – Que País é esse?

  • Pauta de reinvindicações
  • A lógica do movimento
  • Más interpretações

 

ROCK 2 – Queen – Under Pressure

  • O silêncio do poder
  • Comparações à outros movimentos

 

ROCK 3 – John Lennon – Give peace a chance

 

http://www.amalgama.blog.br/06/2013/qual-e-a-pauta/

2 thoughts on “Nossos 20 centavos (S04E03)”

  1. Porque vocês são tão incompetentes para produzir um áudio de qualidade? Mesmo no Hangout o som é horrível, e a edição em mp3 não ajuda em nada, eu gostava de divulgar no twitter cada episódio novo que saia do Rock com Ciência, tinha críticas ao som, mas achava importante.
    Mudei de opinião, acho que não tenho mais motivo para continuar agredindo meu ouvido com o desprezo de vocês pela qualidade da produção, deixem isso para o pessoal do Front da Ciência, vocês não tem brios para isso.
    Não adianta produzir um bombom da mais fina qualidade se for para entregar ele embrulhado em papel higiênico usado.

  2. Caro Ivan,

    Você tem muita razão no que está dizendo. O programa está devendo bastante na qualidade do áudio. Isto não se deve somente à uma incompetência para produzir um áudio de qualidade, mas a um conjunto de fatores que vou tentar explicar, embora não justifique. Espero que você compreenda e sinta-se obviamente à vontade em continuar nos ouvindo ou não.

    No final do ano passado tentamos em vão conseguir um espaço para fazer gravações com mais qualidade. Apesar de eu ter adquirido do próprio bolso uma série de equipamentos, não pude adquirir o melhor e o local de gravação influenciaria de forma crucial na produção do programa da forma como o concebemos. Infelizmente não fomos atendidos. Chegamos a ficar meses sem programa por conta disso.

    Para completar, a prefeitura mudou e a rádio mudou sua programação, eliminando os programas de rock. Estou aguardando resposta dos responsáveis para saber se poderemos continuar ou não na rádio.

    Neste meio tempo, surgiu a ideia de fazer o programa via Hangout. É uma ideia muito legal, várias pessoas assistem ao vivo e existiria a possibilidade de interação imediata. No entanto, essas gravações dependem de algo que no Brasil é ridículo – a internet. Estamos em uma cidade de 10 mil habitantes com um serviço de internet monopolizado pela única empresa de telefonia fixa da região, que oferece um serviço péssimo. Além disso, nem todos os nossos convidados possuem câmeras e microfones de primeira para participar dos programas (isso já acontecia antes nas participações via internet somente por áudio) e não podemos exigir isso deles. Este é o motivo pelo qual os vídeos no Youtube nem sempre ficam bons.

    Mas e o áudio? Bom, tínhamos um público que ouvia o programa através de esquemas de podcast e muitos gostam de simplesmente gravar e ouvir outra hora, coisas assim. Queríamos manter este formato também. Como fazíamos antes? Temos uma mesa de som com saída USB onde ligamos a fonte da música e os microfones e gravamos tudo com software de gravação de áudio. Agora não pode mais ser assim, pois não estamos utilizando a mesa, mas gravando pelo Hangout. O que fazemos é baixar o mp3 do Youtube para editar adicionando a música de fundo e as músicas do programa, que o Hangout não permite.

    Aparentemente isto está ficando muito ruim. Sabemos que não está ficando bom, mas neste momento é o que podemos oferecer. Enquanto a sala que estou pleiteando não for aprovada e preparada, não voltaremos ao antigo formato. Bem que eu gostaria de poder solicitar o que preciso e fazer o programa da forma como deveria ser. Mas simplesmente as coisas não são assim. A edição não é feita por técnico de som, e é algo que requer prática ou até mesmo cursos. Ou então requer um tempo considerável para aprender sozinho e tempo é um luxo que não dispomos. Caso não tenha percebido, as gravações tem sido feitas nas terças-feiras de noite, horário extra do período normal de trabalho, até porque durante o expediente o tempo está escasso. Não temos esta disponibilidade neste momento.

    Pela terceira vez estou pleiteando recursos para profissionalizar o equipamento e, com isso, talvez impressionar nossas diretorias afim de conseguir o espaço adequado. Aí sim, quanto tudo estiver da forma que planejamos, esperamos poder oferecer um programa melhor. Até lá peço desculpas aos nossos ouvintes, pois sabemos muito bem que a qualidade do som está deixando a desejar. Mas deixo o recado que o vídeo do Youtube está melhor, embora sem músicas.

    É claro que mesmo enquanto estiver neste esquema iremos nos esforçar para que o áudio fique o melhor possível.

    Obrigado pelo contato e espero que eu tenha explicado, mesmo sem a intenção de justificar o problema. Sabemos que ele existe e será resolvido.

    Att
    Rubens Pazza

Deixe uma resposta