Sexo, Drogas e Rock n´Roll – Parte 2 (S01E15)

Parte 2 do nosso especial, dessa vez discutindo drogas.

O que é considerado droga?

É qualquer tipo de substância química que produzem alterações do sentido. Então consideramos drogas o álcool, o tabaco, cocaína, heroína, maconha, LSD entre várias outras.

As mais comuns dessas substâncias, são permitidas por lei: cigarro e álcool.

Drogas e rock tem suas histórias entrelaçadas. Na trilha sonora deste programa, temos bandas em que algum tipo de droga teve um papel fundamental na sua história.

A primeira delas, é o AC/DC. Bon Scott, o segundo e lendário vocalista da banda, depois de uma noite de bebedeira (que era casual),  morreu enquanto dormia no banco traseiro de um carro, numa noite de inverno em 1978, na Inglaterra. Não se soube exatamente qual foi a causa da morte, mas a versão oficial divulgada foi “morte por desventura”, já que ficou inconsciente num carro em pleno inverno, e faleceu por hipotermia. Outro integrante da banda, que teve problemas com álcool, foi o baterista Phill Rudd. Esses problemas lhe renderam o demissão da banda, e muito depois foi recontratado. Faça-se o Rock!

ROCK – AC/DC – Let There Be Rock

  • Álcool – a mais antiga droga a ser usada pelo homem. É permitida a venda para maiores de 18 anos, mas nem sempre foi assim: nos EUA, no início da metade do século passado, foi proibida. O álcool é produzido como resultado da produção da fermentação de um açúcar por leveduras. Dependendo do tipo de frutas e fermentação/destilação, o resultado é uma das inúmeras bebidas existentes hoje.

Doenças causadas pelo álcool: diabetes, úlcera, hepatite, cirrose, fraturas…

  • Cigarro – além do tabaco, contém mais de 4000 substâncias, além da nicotina, que é o que causa dependência.

Por ano, morrem 3 milhões de pessoas por doenças relacionadas ao tabaco. Incluindo os chamados fumantes passivos.

  • Maconha – Contém a substância THC (Tetraidrocanabinol), que varia em concentração, e que atua no sistema nervoso.

Como é uma substância ilegal, quem vende a maconha são traficantes. O comércio da maconha rende milhões a traficantes do Brasil inteiro, que conseguem comprar armamentos pesados e tudo mais (caso extremo no Rio de janeiro).

Outra banda que tiveram influência de drogas na carreira: Beatles. A partir de um ponto na carreira, usaram algumas drogas (inicialmente oferecida por Bob Dylan). Muitos dizem que o uso refletiu em suas músicas.

ROCK – The Beatles – I am the Walrus

  • LSD – Ácido lisérgico (também popularmente conhecido como doce) teve papel fundamental no movimento hippie dos anos 60 e 70. É uma substância alucinógena, e seus efeitos podem ser agradáveis ou desagradáveis (bad trip ou viagem errada).
  • Cocaína – teve um período de uso lícito no EUA, há muito tempo atrás. É um estimulantes, age no sistema nervoso deixando a pessoa em estado de alerta. É uma das drogas que leva facilmente à morte por overdose, que é o uso além do que o organismo consegue metabolizar.
  • Heroína – Provavelmente a droga mais devastadora usada em grande escala, tanto em danos físicos como em vício. Tratamento bem complexo, pode envolver uso de internação e metadona (outro tipo de droga).

ROCK – The Doors – Break on Through to the other Side

Bem, apesar de falarmos sobre drogas e seus resultados na música, é bom deixar bem claro que não é qualquer pessoa que usar drogas começará a apresentar um processo criativo diferenciado, como usualmente se propaga aos quatro ventos por aí.

Pessoas não famosas morrem por abuso de drogas todo dia.

Próximo programa, a segunda parte da saga:  Filmes e documentários de Rock!

Siga-nos! @rockcomciencia

3 thoughts on “Sexo, Drogas e Rock n´Roll – Parte 2 (S01E15)”

Deixe uma resposta