Junte-se a nós! (S01E01)

 

 

 

 

Programa apresentado em 04/09/2010

Este é o primeiro programa Rock com Ciência. Confira a programação abaixo e ouça o programa no podcast.

Bloco 1 – Abertura e apresentações

O programa Rock com Ciência é um projeto do Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde da UFV campus de Rio Paranaíba e rádio Máximus FM 101,5 de Rio Paranaíba. É apresentado por André Paiva, Pierre Penteado e Rubens Pazza.

André Paiva é estudante do curso de Administração da UFV/CRP e apresenta o programa Máximus Rock aos sábados e domingos na Máximus FM.

Pierre Penteado é biólogo, mestrando em Biologia Animal pela UFV e desenvolve projeto de dissertação do mestrado no Laboratório de Genética Ecológica e Evolutiva da UFV/CRP.

Rubens Pazza é biólogo, mestre em Biologia Celular, doutor em Genética e Evolução. É professor da UFV/CRP e coordena o Laboratório de Genética Ecológica e Evolutiva da UFV/CRP.

Neste bloco são feitas as apresentações e cada um comenta sobre seus primeiros contatos com rock e com ciência.

Bloco 2 – The Scientist (Coldplay)

Neste bloco você irá conferir os comentários dos apresentadores sobre o que é ciência. Discute-se como a ciência é conduzida e o que fazer para ser um cientista.

Bloco 3 – Science (System of a Down)

A ciência é má e acabou com nossa visão natural do mundo? Neste bloco começamos a discutir a questão do papel da ciência na sociedade.

Bloco 4 – Come Join Us (Bad Religion)

Bloco de encerramento e agradecimentos, reafirmando que todos podemos usar o pensamento crítico no dia-a-dia e chamando a todos para juntarem-se a nós neste movimento, pois só o pensamento crítico poderá nos direcionar rumo ao futuro que todos queremos.

Livros/autores comentados neste programa:

Richard DawkinsDesvendando o Arco-Íris.

Deixe seus comentários em nosso site ou nos envie ume email: contato@rockcomciencia.com.br

Ou ainda, siga-nos no twitter – @rockcomciencia

4 thoughts on “Junte-se a nós! (S01E01)”

  1. Muito bacana a iniciativa do programa. Só não gostei da discussão de método científico. O ponto de vista que vocês sustentaram é muito difundido mas, a meu ver, não se sustenta a um exame crítico. Particularmente:
    – Será que todos os problemas da ciência realmente começam com uma observação da natureza? Pensem no trabalho de vocês como cientistas. Sou físico e me arriscaria a dizer que a maioria dos problemas que os físicos estão trabalhando de fato nas universidades surgem no plano da teoria. Larry Laudan, por exemplo, é um epistemólogo que discute bem essa questão.
    – Só existe 1 método científico? Essa afirmativa foi forte demais! Como que vocês acham que se pode descartar outras hipóteses em ciências sociais? Marx descartou as hipóteses de Weber ou Weber descartou as hipóteses de Marx? Ou nada disso é ciência?
    – É logicamente impossível comprovar uma hipótese a partir de experimentos. Descartar as hipóteses concorrentes não é a mesma coisa que comprovar uma hipótese. É corroborar, não comprovar a hipótese. A melhor argumentação que conheço sobre isso esta em “Conjecturas e Refutações” do Popper.
    Enfim, acho que leituras sobre filosofia da ciência seriam muito interessantes pro pessoal do programa. Os melhores livros que conheço para começar são o já citado do Popper e o “Estrutura das Revoluções Científicas” do Kuhn. Mas parabéns pelo programa! Pena que não dá pra ouvir o roquenrou no podcast

    1. Caro Nathan, muito obrigado pelo seu comentário! Sabemos de todos estes detalhes que você mencionou. Entretanto, o público alvo primeiro do programa, que é o público em geral, mal tem noção dos pontos mais básicos do que é ciência, quem dirá sobre Popper, Kuhn, Feyeraband ou Lakatos, ou ainda o que afirmam os filósofos da biologia como Sobber ou Mayr ou ainda sobre o pragmatismo norteamericano. Seria impossível abordar tudo isso no primeiro programa de meia hora. A nossa intenção é conseguir aprofundar o debate aos poucos, mesclando temas da filosofia da ciência com temas científicos atuais, para não ficar maçante. Assim, esperamos que as primeiras impressões da ciência moderna comecem a ficar mais claras e corriqueiras aos ouvintes, para posteriormente abordar assuntos mais aprofundados.
      Sobre as músicas, infelizmente o máximo que podemos fazer é colocar o link delas para o youtube no texto “script”. Mais uma vez, obrigado pelos comentários e não se preocupe, aos poucos vamos deixando as informações mais coerentes com o pensamento atual.

  2. Isso mesmo, eu mesmo imaginei a questão do método sociológico, porém como o Rubens disse, é muito complicado discutir isso em 25 minutos de diálogo, ainda mais quando a informação está sendo vinculada em uma emissora de rádio FM comercial, focada a todos os tipos de público. Muito Obrigado pela sua opinião Nathan e continue mandando sugestões. Abraço

Deixe uma resposta