Bolsas CAPES (S09E18)

 

O Rock com Ciência está de volta, e o primeiro episódio será sobre um assunto que virou notícia nas ultimas semanas. A CAPES recentemente lançou um documento oficial revelando o orçamento das bolsas de auxílio a estudantes de todo o país. O pronunciamento causou alvoroço, levantando questões sobre a importância do investimento nas pesquisas nacionais. Mas para que servem essas bolsas? Qual a diferença entre os tipos de pós- graduações? Que consequências um corte desse auxílio poderia causar? Essas perguntas podem ser respondidas no programa de hoje.

Participantes:Rubens Pazza (@rpazza), Letícia Fainé, Francisco Sassi (@francisco_sassi), Marcos Silva (@MarcosEcoRI) e Matheus Lewi (@drkLewi).

Edição de Alexandre Mello.

Aconselhamos o uso de fones de ouvido para escutar os programas.

Rock 1 – Money Money Money- Versão do At Vance.

Rock 2  – They Say- Scars on Broadway.

Rock 3 – 1406- Mamonas Assassinas.

Links úteis:

http://www.capes.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/8981-nota-oficial-do-ministerio-da-educacao-sobre-orcamento

Ah, você não gosta das músicas? É uma pena, mas não tem problema! Agora você pode ouvir a versão sem músicas! Esse é o nosso Lado B!

Assine o Lado B para sempre ter acesso ao episódio editado sem as músicas!

Subscribe to
Rock com Ciência - Lado B

Or subscribe with your favorite app by using the address below

Gostou do episódio? Não gostou do episódio? Encontrou alguma falha gritante (ou pequena que seja)? Envie seu comentário! Pode ser aqui mesmo no site ou pelo email rock@rockcomciencia.com.br. Ou ainda pelo Twitter ou Facebook!

1 thought on “Bolsas CAPES (S09E18)”

  1. Aqui na minha cidade é R$1.200, o passe estudantil é gratuito (ainda bem) mas velho, cansei de ver amigos tendo que guardar dinheiro pois a pesquisa exigia que ele fosse pra outra cidade, e a pessoa ia ficar de favor, isso é mt complicado, isso quando a pessoa não tem que pagar um curso de linguas pra melhorar sua pesquisa e seu entendimento sobre, como uma amiga que ta estudando francês pra aprimorar sua compreensão com o material que é usado. Enfim, é muito complicado, FORA a disputa de ego de alguns ORIENTADORES. Por essas e outras que eu nem ingressei em mestrado, eu vejo o quão acabados e esgotados os meus amigos estão.

Deixe uma resposta